Perrengues de Viagem: filhos doentes, viroses e atendimento médico no Rio Quente Resorts

Ambulatório Médico Rio Quente Resorts na entrada do complexo

Último dia de viagem é aquele que sempre programamos para algo diferente, ou algo que não deu tempo de fazer antes, etc. Nós ficamos sete dias em Rio Quente, pois compramos o pacote de domingo á domingo, portanto nosso último dia seria o sábado, pois domingo era apenas tomar o café da manhã para seguir viagem de volta pra casa.

E nosso último dia não foi nada como planejamos: manhã inteira no pronto-socorro de um hospital em Caldas Novas com filho mais velho e tarde no com minha filha vomitando e com dores fortes na barriga. Que perrengue!

Otites, dores de ouvido ou viroses: cuidados nas águas quentes de Rio Quente ou Caldas Novas

Meu filho (12 anos) um dia antes começou a se queixar de uma dor no ouvido, mas não interna, apenas externa (naquela bolinha que temos fora, chamada de "trago", que fica bem na entrada do canal auditivo).


Como não somos peritos no assunto, olhamos o ouvido e vimos dois pontinhos brancos, parecidos com "espinhas", o que poderia justificar o incômodo... #sqn... Depois aprendemos que otites externas, conhecidas como "otites de nadador" começam com esses incômodos, e quando pioram podem ter como sintomas a dor aguda interna e saída de secreção. 

Detalhe: todas os finais de tarde e noite ficávamos horas no Parque das Fontes, onde a água é bem quente e natural, e é um convite ao mergulho pois o fundo é todo de pedrinhas com peixinhos pequenos. Quando escurece a iluminação do local é deslumbrante, e o mergulho mais incrível ainda. Como não mergulhar naquelas piscinas? Crianças já iam para lá com seus snorkels e óculos de mergulho, sem precisar lembrá-los. Eu e marido ficamos o tempo todo com eles passando por debaixo de nossas pernas na água, fazendo bananeiras, eles não paravam!

Para as crianças mergulhas no Parque das Fontes é o diferencial

Como a água é bem quente, e crianças ficam mais embaixo d'água do que fora, é comum terem esse tipo de otite, pois a água derrete a cera (que estaria protegendo o canal auditivo) e descama a pele do canal, e a presença de fungos e bactérias na água podem causar infecções agudas, como a que meu filho teve.

E como em qualquer parque, escola, local de trabalho, etc, onde muitas pessoas dividem o mesmo espaço e respiram o mesmo ar, a presença de viroses é certa, e sua proliferação mais rápida ainda em ambientes onde pessoas dividem a mesma piscina. Casos de viroses com diarréias e vômitos andam cada vez mais frequentes nesses parques aquáticos "termais". Não voltar pra casa com virose acaba sendo uma loteria! Não podemos responsabilizar o parque sobre isso, cabe a nós tomarmos medidas preventivas para evitarmos ao máximo passar por isso.

Seguro médico do Rio Quente Resorts: vale a pena?


Sábado cedo meu filho acordou com muita dor e com muita secreção saindo do ouvido, e começou nossa aflição. Tomamos um café da manhã rápido e fui na recepção do Hotel Giardino perguntar sobre o atendimento médico no Ambulatório do Rio Quente Resorts, que fica na entrada do complexo dos parques.

No ato do nosso check-in, existia uma opção na ficha de cadastro para a aquisição de um seguro médico do complexo Rio Quente, onde seria cobrado o valor de R$ 10,00 por dia, por apartamento, durante sua estadia. Esse seguro nos dá assistência ambulatorial gratuita 24 horas e ambulância, além de direito à UTI móvel e traslado para hospital em caso de emergência. Como estávamos de carro e temos convênio médico, e também achamos que nada de ruim poderia acontecer, optamos por não aderir. A atendente nos informou que, como não aderimos ao seguro do hotel, a consulta no complexo custaria R$ 200 reais. Decidimos pegar o carro e ir para Caldas Novas.

Recepção / Atendimento Hospital Nossa Sra Aparecida em Caldas Novas

Para quem não está carro nem pense em não aderir, pois um táxi para um hospital de Caldas Novas à partir de Rio Quente deve custar uma fábula, como tudo por lá. Demoramos meia hora para chegar ao hospital, que é considerado um dos melhores da cidade, mas para quem está acostumado com os bons hospitais de São Paulo é uma diferença enorme... Fomos bem atendidos, sofremos com uma espera de uma hora na recepção, e o clínico geral que nos atendeu (o único de plantão) foi eficiente e atencioso: Dr. Otaviano Silva, quem nos contou o quanto esse tipo de ocorrido é comum por lá na região, principalmente em alta temporada. Voltamos para o hotel com meu filho medicado e antibiótico receitado.

Fachada Hospital NOssa Senhora Aparecida em Caldas Novas - GO

No nosso retorno soubemos que o ambulatório médico do Rio Quente Resorts estava bem cheio e com muitos casos de virose, e que apenas um médico fica de plantão no local. 

Na parte da tarde, após almoço, resolvemos ir até os parques para a despedida, meu filho ficou deitado em uma espreguiçadeira no Parque das Fontes, e não demorou muito para termos que voltar ao hotel: a minha filha, com 9 anos, começou a vomitar e a ter dores fortes na barriga. Sorte que levei uma farmácia comigo, e já iniciei as doses de Dramin, Ibuprofeno e muito líquido. Graças a Deus foi uma virose leve, não chegou a dar diarreia, e os enjoos foram controlados de 6 em 6 horas com Dramin. Mas foi um último dia daqueles, não dormimos nada durante a noite preocupados com os dois, e só imaginando como seria enfrentar mais de 9 horas de estrada na volta com as crianças assim. Mas tudo deu certo, como contei aqui nessa postagem.

Por isso se você estiver sem carro ou não possuir convênio médico com cobertura em outro estado, vale a pena aderir à cobertura médica do Rio Quente Resorts por R$ 10 reais ao dia de hospedagem, é uma garantia para algum acidente. Eu acho que para viroses ou dores de ouvido, super comuns nesses locais, o atendimento médico deveria ser gratuito, pois qualquer atendimento emergencial é dever de um complexo desse porte. Mas infelizmente ou paga ou não tem direito. Caso tenha ido para lá de carro e possuir convênio médico, coloque na balança o custo da cobertura versus sua comodidade. Nós não tivemos o custo da cobertura que seria um total de R$ 70 reais pelos sete dias, porém tivemos gasto de gasolina e tempo de ir e vir de Caldas Novas.

Prevenir é o melhor remédio: dicas valiosas


Crianças doentes em viagens é algo comum, por isso viaje sempre prevenido, leve todos os remédios possíveis para uma primeira necessidade em caso de enjôos, dores de ouvido, garganta, etc.

Leve consigo endereços e telefones de hospitais ou consultórios médicos do local para onde vai viajar, que são cobertos pelos seu convênio médico, e não esqueça documentos e carteirinhas dos planos de saúde da família inteira. Os convênios médicos hoje possuem aplicativos de celular que facilitam sua busca, pesquise e instale-os antes da viagem.

Para prevenir seu filho de uma possível otite nesses parques aquáticos, compre silicones para a proteção do canal auditivo, são muito eficazes, pois controlar o mergulho da criançada é impossível (a não ser que não dê para eles qualquer acessório de mergulho). Existe uma velha recita caseira de pingar duas gotinhas de álcool boricado nos ouvidos que estão "entupidos" com água, para que a água saia e não cause infecções. Mas consulte sempre um médico ou pediatra antes de sua viagem e tenha orientações antecipadas de como agir nesses casos.

Para prevenir infecções alimentares evite os alimentos engordurados, comidas pesadas, ou muito manuseadas como a perigosa maionese. Faça refeições leves, evite as porcarias... nos parques a criançada quer comer de tudo: salgadinhos, sorvetes, lanches... comidas muito manuseadas ou expostas por muito tempo (buffets) apresentam maior risco, então nada como o velho e bom arroz e feijão para os pequenos!

Para a prevenção de viroses tente evitar locais muito cheios, redobre atenção com os pequenos que tendem a engolir muita água nas piscinas e brinquedos, principal foco de bactérias nesses parques de águas quentes, mesmo sendo água corrente.

Mas não deixe de conhecer esse local por causa disso, são fatos que podem acontecer em qualquer destino de viagem, pois sempre há piscinas ou alimentos diferentes do nosso dia a dia, e virose s epega em escritórios, em escolas, em qualquer lugar. 

As piscinas naturais de Rio Quente, o Hot Park, o Eco Park e todas as atrações da região são de encher os olhos de tanta beleza, local perfeito para descansar e curtir seus filhos, ou divertir-se com amigos. Nós voltaríamos novamente e novamente, pois foi uma viagem maravilhosa, mesmo com esses perrengues no último dia.

Fizemos essa viagem na última semana de julho de 2016, alta temporada. Contamos como foi chegar em Rio Quente à partir de São Paulo, de carro, aqui nesse post.

Curta nossa página no Facebook para receber postagens e fotos das demais redes sociais do Vem pro Parque! Dúvidas sobre a sua viagem? Entre para o grupo fechado Parques do Brasil e troque informações com outros viajantes!

Mais sobre a nossa Viagem:


3 comentários

  1. Muito bacana essas dicas... Vou pro Rio Quente em Novembro/2017 e vamos no hospedar no Hotel Cristal e essas dicas foram muito importantes para evitar transtornos na viagem. Assim como vocês nós vamos de carro e são 1.100 km. A dica do roupão, da capinha de celular, do seguro médico e outras vão me livrar de problemas. Muito Obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana! Fico feliz de ter ajudado de alguma forma! Boa viagem!

      Excluir
    2. Muito Obrigada.

      Excluir

Vai ser muito bacana ter um comentário seu aqui! Todos os comentários do blog são moderados, então em breve será publicado. Enquanto isso continue curtindo nosso blog, Vem pro Parque!