Dicas do que levar na bagagem para Rio Quente Resorts e Hot Park

óculos mergulho, snorkel, squezze, capa celular a prova d'água
Itens que não podem faltar na bagagem.
Passar o dia nesses parques, mesmo que você esteja hospedado dentro do complexo, exige de você algum preparo de itens, pois realmente não dá para comprar por lá.

Para não desembolsar valores absurdos por itens que você consegue comprar antes da viagem, vá prevenido. Qualquer item à venda dentro dos parques e hotéis são superfaturados... Comodidade e esquecimento têm seu preço!

Então vamos lá à nossa listinha da salvação (ou da economia): 


Capa à prova d’água para celular: Em um parque aquático todo mundo quer tirar fotos e filmar suas peripécias. Para que isso aconteça sem stress você precisa proteger o seu celular, pois é ele que você vai usar na maior parte do seu dia para registrar seus melhores momentos. Uma capinha a prova d’água é obrigatória para tirar fotos em piscinas, nos toboáguas, e até debaixo d’água. Sim, minha capinha era a mais barata do Mercado livre (foto acima) e ela foi perfeita para filmar o mergulho do meu filho. O único contra é que smartphones embaixo d’água perdem a sensibilidade do touchscreen, por isso para filmar eu começava a gravação fora da água e depois afundava o celular para pegar as cenas submersas. Testado e aprovado, mas feche bem essa capinha pelo amor de Deus... (antes do primeiro uso eu testei com um guardanapo dentro). Essas capinhas são vendidas em todo o complexo do Rio Quente, mas leve de sua casa, no Mercado livre você acha diversos modelos, ou até em lojas de moda praia. Lá no complexo a mais barata era vendida a 98 reais. A minha (igual) custou 8,90 no Mercado Livre.


Óculos ou máscara de mergulho com snorkel: item imprescindível para quem levou crianças ao parque. Todas as lojas do complexo vendem esses itens pois mergulhar nas piscinas naturais com o fundo de pedras é lindo, e sim, é possível ver peixinhos pequenos no fundo. Mas cuidado com o exagero: relatei aqui nesse post a otite que meu filho sofreu na viagem. Leve de casa, compre antes. Com o preço de uma lá você compra para a família inteira na sua cidade. Preço no complexo: 123 reais, a da Mor, igual a da foto, com snorkel. Na internet a mesma achei por 28 reais.

Roupão de Banho: Se você estiver hospedado em um dos hotéis do complexo do Rio Quente (dentro ou fora) e tiver direito ao ingresso no Parque das Fontes, que funciona 24 horas, vai precisar de um roupão. O complexo fornece toalhas de piscina, mas no período noturno elas não são suficientes. A água é muito quente, e é muito gostoso sair da piscina, se enxugar com a toalha do hotel e vestir um roupão de banho. Praticamente todos usam por lá nesses horários (manhã bem cedinho ou após escurecer). Para as crianças acredito ser um item obrigatório, pegamos bastante vento no final do dia, e mesmo com uma temperatura que variava entre 26 e 20 graus passamos frio à noite.

Toalhas de Piscina: item obrigatório para quem não é hóspede ou para quem não topou pagar o serviço de toalhas que é de 8 reais por toalha na sua estadia, podendo trocá-las a qualquer momento. Mesmo no verão, como a água é quente, no final da tarde sempre tem aquele “ventinho” e o contraste é de frio na certa.

Protetor Solar em dobro: não é exagero não... a água quente dos parques tira o protetor solar muito mais rápido da pele, então reaplicamos muito mais vezes. Proteja-se, pois o sol do serrado é de lascar!

Creme Hidratante: se você é uma pessoa que nunca usa um creme hidratante no corpo chegou a hora! Após um dia inteiro se banhando em águas quentes sua pele vai implorar por um creminho, acredite! A pele fica muito seca, só vendo pra crer.

Squeeze: Sim, leve seu squezze (garrafinha de água) pois ao lado da maioria dos banheiros dos parques existem bebedouros (palmas!) e você precisa se hidratar muito mais por causa do calor e da água quente, certo?

Mochila ao invés de bolsas abertas: coloque seus pertences em mochila para ir aos parques, pois caso não queira gastar com o aluguel do guarda-volumes (a partir de 25 reais o dia), você pode deixar sua mochila em uma das inúmeras de cadeiras e mesas que estão pelos parques. Fizemos isso durantes os sete dias de hospedagem e ninguém mexeu nas nossas coisas ou toalhas penduradas, mas não dê bandeira, por isso deixar tudo bem guardado em uma bolsa fechada é poder rodar pelo parque um pouco mais sossegado.

Bonés, chapéus e óculos de sol: muito difícil andar de boné ou chapéus nos parques, pois na maioria das atrações (bóias, toboáguas, radicais, etc) você precisa segurá-los nas mãos para não correr o risco de caírem no trajeto.  Óculos de sol são imprescindíveis, mas em algumas atrações tivemos que segurá-los nas mãos também. E nas piscinas naturais ou onde apenas se relaxa, existem bares ou quiosques dentro d’água, perfeitos para se abrigar do sol forte. Leve bonés na mala, não custa, mas saibam que os nossos bonés não saíram mais da mala.

Chinelos: parece óbvio, mas por incrível que pareça há quem os esqueça! Andar por lá com os pés descalços não é tão legal assim, embora muita gente perambula sem chinelos pelo parque para estarem “livres” para qualquer atração.

Troca de roupa: se foi passar o dia, leve uma troca de roupa seca: nos vestiários do parque é possível tomar um banho e voltar para o hotel pronto para descansar.

Remédios e mais remédios: não esqueça de ir prevenido para uma viagem dessas, como mencionei nesse post aqui em locais com muita gente, água quente e muito mergulho, facilmente se pegam viroses, otites, etc. Aconteceu conosco e com muitas pessoas que conversamos depois. Previna-se!


Nenhum comentário

Vai ser muito bacana ter um comentário seu aqui! Todos os comentários do blog são moderados, então em breve será publicado. Enquanto isso continue curtindo nosso blog, Vem pro Parque!