Bird Land Experience, terra dos pássaros: o maior viveiro ecológico da América Latina no Hot Park


Na programação da viagem eu já tinha ouvido falar desse viveiro de pássaros que fica dentro do Hot Park, mas cuja entrada é paga a parte. O Hot Park está localizado no complexo Rio Quente Resorts, no Estado de Goiás.

Quando fechamos a reserva do nosso pacote com a Valetur, o agente acabou lançando um valor maior no sistema, e para não cancelar tudo (demorou demais) e recomeçar a reserva, me deu como "troco" duas entradas para o Bird Land. Como ficamos sete dias no Rio Quente Resorts, deixamos nossa visita ao viveiro para o quinto dia de parque, após o almoço. 


O Bird Land fica localizado bem atrás da nova área Hotibum destinada às crianças. A administradora do local, muito simpática, está no complexo há mais de 15 anos, e é a mesma administradora das fotos de época que são realizadas na entrada do Parque das Fontes.

Nós tínhamos as duas "cortesias" e eu tive que comprar os ingressos restantes. Ao saber o custo meu marido desistiu, realmente é bem caro! (pra falar a verdade, preço surreal) Os ingressos que tínhamos dava direito apenas à visitação, sem fotos. Então entramos eu e as crianças, pagando R$ 98 reais para meu ingresso com direito a 4 fotos. Era isso ou perder os outros dois, pois as crianças não entrariam sozinhas.

Já na entrada o ambiente é um encanto: uma árvore "falante", muitas fotos, e um ambiente lindo.

Recepção do Bird Land

Ao passar na roleta, fomos obrigados a deixar todos os nossos pertences em um armário com chave: brincos, pulseiras, relógios, celulares e câmeras - estes últimos são proibidos. Sim, fiquei decepcionadíssima, pois teria que me contentar com as fotos posadas cobradas e entregues em um CD no final do passeio... Outra coisa que achei injusta, pois lá dentro daria tranquilamente para fazermos fotos sem incomodar os animais.

Recebemos um copinho com ração e entramos no viveiro. As crianças ficam alucinadas! Os Bambis (como eles chamam os veados pequeninos que lá estão) são dóceis, os periquitos vêm buscar a ração na sua mão, e outras aves voam livremente por lá: araras, flamingos, faisões, gaviões, papagaios, periquitos, corujas, tucanos e sabiás. Além das aves tem macaco, tartarugas, iguanas e os Bambis.

É de se orgulhar que existe um espaço assim no meio do cerrado, onde aves ameaçadas de extinção são tão bem cuidadas e protegidas. O Bird Land é um projeto realizado em parceria com o Ibama, e as espécies estão lá para serem recuperadas, muitas vítimas de tráfico, machucadas ou até mesmo desnutridas.

Dentro do Bird Land existem viveiros que separam algumas espécies, fiquei desapontada pois imaginei que entraria em um local único com todas as aves livres ao redor... o tucano, por exemplo, estava separado em um viveiro onde não tínhamos acesso. 


O macaco, o único que vimos por lá, também estava dentro de um espaço cercado, de onde não podia sair, uma pena pois ele ficou elétrico ao ver as crianças e esticava as mãozinhas para pegar a ração que meu filho oferecia, mas foi muito difícil chegar perto por causa das grades e cercas ao redor.

Lá dentro fica um fotógrafo, ele pergunta para você qual ave gostaria de segurar... Basta escolher a ave que ele prepara e faz a foto, tudo muito rápido! Meu filho pirou quando soube que poderia tirar foto com a Iguana maior... eu acompanhei a 1km de distância!



Arara Azul Flavia, linda demais!

As crianças curtiram interagir com o macaco, acariciar os Bambis e olhar as diferentes espécies de perto! Daria para passar uma tarde inteira lá dentro, pois não queriam ir embora. E não tem hora pra sair também, você é quem faz seu tempo.

Cuidado com os "bombardeios" das aves... são muitas voando e é inevitável você sair de lá com a roupa manchada, ou "bombardeada", como dizem as crianças.

Pena que não fizemos a visitação com um guia (biólogo), simplesmente entramos, e deixamos de ter informações valiosas sobre o local, e em nenhum momento nos ofereceram qualquer tipo de informação. Outro ponto negativo, pois pagar 98 reais para entrar e não ter uma "aula" ou outra experiência interativa foi frustrante. Mas valeu a pena pela alegria das crianças, curtimos as fotos e o passeio. Na saída sentamos em frente às telas na recepção e escolhemos as fotos que mais gostamos. Nós poderíamos escolher apenas quatro... O funcionário então grava as imagens selecionadas em um CD, e te entrega dentro de uma capinha personalizada que abrimos só em casa após a viagem.

Preços dos pacotes de fotos apresentados na saída, além do ingresso. 

E você, já esteve no Bird Land? Gostou? Achou que valeu a pena o investimento? Conta pra nós!

Fizemos essa viagem na última semana de julho de 2016, alta temporada. Contamos como foi chegar em Rio Quente à partir de São Paulo, de carro, aqui nesse post.

Curta nossa página no Facebook para receber postagens e fotos das demais redes sociais do Vem pro Parque! Dúvidas sobre a sua viagem? Entre para o grupo fechado Parques do Brasil e troque informações com outros viajantes!

Mais sobre a nossa Viagem:





14 comentários

  1. Que legal. Não sabia deste parque!!! Adoramos pássaros e vamos seguir sua dica, contratando um guia. Parabéns pela postagem

    ResponderExcluir
  2. Adoro parques recheado de natureza, aves, bichos. Claro que os animais precisam ser bem tratados e nesse eles as araras parecem gostar do habitat delas, né?
    Obrigada pela dica! Na primeira oportunidade de conhecer o Rio Quente, vamos dar um pulo lá também.

    ResponderExcluir
  3. Que pena não poder entrar com a própria câmera e forçar a compra de fotos, que é muito cara. Parece bem legal a experiência!!!

    ResponderExcluir
  4. eu amo de paixão arara azul!!! somos até parentes de cor aheuaheuahe e que iguana lindaaa eu quero uma na minha casa heauaheuha

    ResponderExcluir
  5. Interessante a proposta. Mas entendo seu marido, acho que eu sairia correndo também: quase 100 reais?! Né mole, não, rsrrs.

    ResponderExcluir
  6. Que legal, uma pena que o preço parece ser um pouco elevado (98 pila é bem carinho né?). Também achei uma pena não deixarem entrar com câmera, sabe o motivo? (será que é pra proteger os pássaros de flashs, ou algo assim?)
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, carérrimo.... Lá dentro daria para tirar fotos tranquilamente, pois flash não é necessário. Mas acho que não permitem para ganhar com a venda, e também poupar animais (alguns visitantes sem noção podem até prejudicar os animais tentando segurá-los por exemplo)

      Excluir
  7. Nossa, que lindo o Bird Land!!! Só acho chata essa restrição das câmeras e celulares... aí aproveitam para cobrar fotos caríssimas. :(
    Hahaha... o aviso do bombardeio foi ótimo.

    ResponderExcluir
  8. Que passeio legal!!
    Realmente deve ter sido um pouco frustrante não poder entrar com a câmera!
    Mas ainda assim deve ter sido uma experiência e tanto!

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Que chata essa regra de não entrar com câmera e celular. E fiquei contente em saber que o local existe em parceria com o Ibama. Espero que exista algum projeto para retornar os animais para o espaço natural deles

    ResponderExcluir
  10. Legal saber do lugar, e que e autorizado pelo Ibama. O custo da entrada e fotos deve ajudar na recuperação dos animais. Imagino que os animais separados não podem interagir muito com humanos para não dificultar a reabilitação e soltura no ambiente natural. Ja os animais que estão na área de convivência com humanos infelizmente não podem mais ser soltos, pois essa alta interação inviabiliza a devolução para a natureza.
    Eu só fiquei sem saber onde esse parque fica, em que cidade e estado. Fiquei curiosa.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cris, realmente isso é o que acontece com os animais separados... Agradeço a observação, pois escrevi apenas que ficava no Hot Park, mas nem todos sabem onde fica esse parque, já editei o texto. Obrigada, bjs

      Excluir
  11. Antes de tudo: eu ri com o quilômetro de distância, hahaha, acho que também ficaria! Meninos, o meu adora répteis! Eu nem sabia que existia a Bird land, achei muito legal!

    ResponderExcluir

Vai ser muito bacana ter um comentário seu aqui! Todos os comentários do blog são moderados, então em breve será publicado. Enquanto isso continue curtindo nosso blog, Vem pro Parque!