25 de agosto de 2016

Bird Land Experience, terra dos pássaros: o maior viveiro ecológico da América Latina no Hot Park


Na programação da viagem eu já tinha ouvido falar desse viveiro de pássaros que fica dentro do Hot Park, mas cuja entrada é paga a parte. 

Quando fechamos a reserva do nosso pacote com a Valetur, o agente acabou lançando um valor maior no sistema, e para não cancelar tudo (demorou demais) e recomeçar a reserva, me deu como "troco" duas entradas para o Bird Land. Como ficamos sete dias no Rio Quente Resorts, deixamos nossa visita ao viveiro para o quinto dia de parque, após o almoço. 

O Bird Land fica localizado bem atrás da nova área Hotibum destinada às crianças. A administradora do local, muito simpática, está no complexo há mais de 15 anos, e é a mesma administradora das fotos de época que são realizadas na entrada do Parque das Fontes.

Nós tínhamos as duas "cortesias" e eu tive que comprar os ingressos restantes. Ao saber o custo meu marido desistiu, realmente é bem caro! Os ingressos que tínhamos dava direito apenas à visitação, sem fotos. Então entramos eu e as crianças, pagando R$ 98 reais para meu ingresso com direito a 4 fotos.

Já na entrada o ambiente é um encanto: uma árvore "falante", muitas fotos, e um ambiente lindo.

Recepção do Bird Land

Ao passar na roleta, fomos obrigados a deixar todos os nossos pertences em um armário com chave: brincos, pulseiras, relógios, celulares e câmeras - estes últimos são proibidos. Sim, fiquei decepcionadíssima, pois teria que me contentar com as fotos posadas cobradas e entregues em um CD no final do passeio...

Recebemos um copinho com ração e entramos no viveiro. As crianças ficam alucinadas! Os Bambis (como eles chamam os veados pequeninos que lá estão) são dóceis, os periquitos vêm buscar a ração na sua mão, e outras aves voam livremente por lá: araras, flamingos, faisões, gaviões, papagaios, periquitos, corujas, tucanos e sabiás. Além das aves tem macaco, tartarugas, iguanas e os Bambis.

É de se orgulhar que existe um espaço assim no meio do cerrado, onde aves ameaçadas de extinção são tão bem cuidadas e protegidas. O Bird Land é um projeto realizado em parceria com o Ibama, e as espécies estão lá para serem recuperadas, muitas vítimas de tráfico, machucadas ou até mesmo desnutridas.

Dentro do Bird Land existem viveiros que separam algumas espécies, fiquei desapontada pois imaginei que entraria em um local único com todas as aves livres ao redor... o tucano, por exemplo, estava separado em um viveiro onde não tínhamos acesso. 


O macaco, o único que vimos por lá, também estava dentro de um espaço cercado, de onde não podia sair, uma pena pois ele ficou elétrico ao ver as crianças e esticava as mãozinhas para pegar a ração que meu filho oferecia, mas foi muito difícil chegar perto por causa das grades e cercas ao redor.

Lá dentro fica um fotógrafo, ele pergunta para você qual ave gostaria de segurar... Basta escolher a ave que ele prepara e faz a foto, tudo muito rápido! Meu filho pirou quando soube que poderia tirar foto com a Iguana maior... eu acompanhei a 1km de distância!



Arara Azul Flavia, linda demais!

As crianças curtiram interagir com o macaco, acariciar os Bambis e olhar as diferentes espécies de perto! Daria para passar uma tarde inteira lá dentro, pois não queriam ir embora. E não tem hora pra sair também, você é quem faz seu tempo.

Cuidado com os "bombardeios" das aves... são muitas voando e é inevitável você sair de lá com a roupa manchada, ou "bombardeada", como dizem as crianças.

Pena que não fizemos a visitação com um guia (biólogo), simplesmente entramos, e deixamos de ter informações valiosas sobre o local. Mas valeu a pena, curtimos demais as fotos e o passeio! Na saída sentamos em frente às telas na recepção e escolhemos as fotos que mais gostamos. Nós poderíamos escolher apenas quatro... O funcionário então grava as imagens selecionadas em um CD, e te entrega dentro de uma capinha personalizada que abrimos só em casa após a viagem.

Preços dos pacotes de fotos apresentados na saída, além do ingresso. 

E você, já esteve no Bird Land? Gostou? Achou que valeu a pena o investimento? Conta pra nós!

22 de agosto de 2016

Snowland: um parque indoor com neve de verdade no Brasil! *Guest Post*

Snowland parque indoor de neve Gramado
Visão Panorâmica da Montanha de Neve

Faz tempo que estamos "namorando" o Snowland, um parque indoor que foi inaugurado em outubro de 2013 na cidade de Gramado, nas Serras Gauchas, Rio Grande do Sul. Foi o primeiro a ser inaugurado nas Américas,  e é o único parque indoor que tem uma montanha de neve!!!
17 de agosto de 2016

Viagem de Carro de São Paulo à Rio Quente, Goiás: vale a pena sim senhor!

Trajeto dado pelo Google Maps

Quando começamos a fazer os planos para nossas férias de julho fui riscando do mapa alguns destinos de sonhos... Julho é alta temporada e infelizmente aqui em casa só viajamos nessas ocasiões, pois faltar à escola é a última opção de todas. Por isso temos que encarar muitas vezes os preços elevados.

Este ano as férias mais longas do marido coincidiram com as escolares, o que nem sempre acontece. Com as passagens aéreas caríssimas, nos restou procurar algum destino possível para uma viagem de carro. Daí a pergunta: passar frio ou calor? Arrumar mala pra inverno ou verão? Nem preciso escrever a resposta... fugir do frio de São Paulo nessa época é o desejo number one de muitos paulistas.

Rio Quente Resorts. 765 kms de São Paulo. Entre 8 e 9 horas de carro. Calor, sem chuvas, águas quentes em parques aquáticos. Seria nossa viagem mais longa em quatro rodas. Topamos o desafio. Mas para isso, confira as regras fundamentais para encarar uma dessas:

Nossa pernoite no Ibis Uberaba, metade da viagem ao Rio Quente Resorts

Foto: divulgação

Como contei aqui nesse post, nossa viagem ao Rio Quente Resorts foi de carro, a partir de São Paulo. Na ida, para tornar o trajeto menos cansativo para as crianças, saímos um dia antes: o check-in no Rio Quente Resorts era ao meio dia de um domingo, então saímos sábado de manhã, fizemos uma longa para em Ribeirão Preto e no final da tarde partimos rumo à Uberaba, para uma pernoite no Hotel Ibis Uberaba, da rede Accor.

Sou suspeita para falar dos Hotéis da Accor, pois trabalhei na empresa por quatro anos seguidos no início dos anos 2000 e sou fã dessa rede hoteleira. Mesmo assim fazia muito tempo que não nos hospedávamos em alguma marca da rede. 

Fizemos a reserva antecipada através do site da Accor e foi muito simples, fácil e rápido. Ainda consegui uma tarifa promocional do Ibis, e o café da manhã saiu de graça. O Ibis Uberaba acomoda no máximo 3 pessoas por apartamento, então reservamos dois apartamentos não conjugados, e cada adulto dormiu com uma criança. 
11 de agosto de 2016

Dicas do que levar na bagagem para Rio Quente Resorts e Hot Park

óculos mergulho, snorkel, squezze, capa celular a prova d'água
Itens que não podem faltar na bagagem.
Passar o dia nesses parques, mesmo que você esteja hospedado dentro do complexo, exige de você algum preparo de itens, pois realmente não dá para comprar por lá.

Para não desembolsar valores absurdos por itens que você consegue comprar antes da viagem, vá prevenido. Qualquer item à venda dentro dos parques e hotéis são superfaturados... Comodidade e esquecimento têm seu preço!

Então vamos lá à nossa listinha da salvação (ou da economia): 


Capa à prova d’água para celular: Em um parque aquático todo mundo quer tirar fotos e filmar suas peripécias. Para que isso aconteça sem stress você precisa proteger o seu celular, pois é ele que você vai usar na maior parte do seu dia para registrar seus melhores momentos. Uma capinha a prova d’água é obrigatória para tirar fotos em piscinas, nos toboáguas, e até debaixo d’água. Sim, minha capinha era a mais barata do Mercado livre (foto acima) e ela foi perfeita para filmar o mergulho do meu filho. O único contra é que smartphones embaixo d’água perdem a sensibilidade do touchscreen, por isso para filmar eu começava a gravação fora da água e depois afundava o celular para pegar as cenas submersas. Testado e aprovado, mas feche bem essa capinha pelo amor de Deus... (antes do primeiro uso eu testei com um guardanapo dentro). Essas capinhas são vendidas em todo o complexo do Rio Quente, mas leve de sua casa, no Mercado livre você acha diversos modelos, ou até em lojas de moda praia. Lá no complexo a mais barata era vendida a 98 reais. A minha (igual) custou 8,90 no Mercado Livre.
6 de agosto de 2016

Perrengues de Viagem: filhos doentes, viroses e atendimento médico no Rio Quente Resorts

Ambulatório Médico Rio Quente Resorts na entrada do complexo

Último dia de viagem é aquele que sempre programamos para algo diferente, ou algo que não deu tempo de fazer antes, etc. Nós ficamos sete dias em Rio Quente, pois compramos o pacote de domingo á domingo, portanto nosso último dia seria o sábado, pois domingo era apenas tomar o café da manhã para seguir viagem de volta pra casa.

E nosso último dia não foi nada como planejamos: manhã inteira no pronto-socorro de um hospital em Caldas Novas com filho mais velho e tarde no com minha filha vomitando e com dores fortes na barriga. Que perrengue!

Otites, dores de ouvido ou viroses: cuidados nas águas quentes de Rio Quente ou Caldas Novas

Meu filho (12 anos) um dia antes começou a se queixar de uma dor no ouvido, mas não interna, apenas externa (naquela bolinha que temos fora, chamada de "trago", que fica bem na entrada do canal auditivo).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...